fbpx

Hipotensão

Liquórica

ESPONTÂNEA

A dor de cabeça que piora quando se levanta e melhora quando se deita.

Entenda tudo sobre essa condição que é rara, mas que tem tratamento

Reproduzir vídeo

O que É

HLE?

A Hipotensão Liquórica Espontânea (HLE) é uma condição rara que pode surgir “do nada” , sem nenhum tipo de aviso, ou decorrente de alguma situação bem específica.

Trata-se de um rasgo que acontece na membrana que reveste e protege nosso cérebro e medula, liberando um líquido que se chama Líquor. Quando acontece esse vazamento, a pressão que era feita por esse líquido muda e pode gerar HLE.

QUAIS OS

SINTOMAS?

O principal sintoma da Hipotensão Liquórica Espontânea é a dor de cabeça que piora quando a pessoa se levanta e melhora quando ela se deita. Porém, é possível que outros sintomas se apresentem, desde um zumbido no ouvido até dificuldade de coordenação ou alteração do equilíbrio e da marcha.

COMO É FEITO

O DIAGNÓSTICO?

O diagnóstico da Hipotensão Liquórica Espontânea deve ser feito por um neurologista especialista, com experiência nesse tipo de condição.

Por ser rara, a HLE requer exames específicos para ser diagnosticada, como a Ressonância de Crânio e Medula, a Mielotomografia ou a DSM.

E o mais importante: com o diagnóstico feito, a HLE tem tratamento, que varia de acordo com o paciente. 

COMO FUNCIONA O

TRATAMENTO?

A Hipotensão Liquórica Espontânea é uma condição rara, mas que tem tratamento, que pode variar de acordo com a situação de cada paciente e de como esse rasgo na membrana que reveste nosso cérebro e medula se encontra.

Ele pode ser feito por meio do Blood-Patch, uma técnica que usa o próprio sangue do paciente para criar uma “cola de sangue” e restaurar a membrana, ou até mesmo por meio de uma intervenção cirúrgica em casos mais complexos.

QUER ENTENDER

MAIS SOBRE O ASSUNTO?

Acesse a playlist com conteúdos sobre essa condição, no meu canal do YouTube

DR. MARCIO

NATTAN

O Dr. Marcio Nattan é neurologista pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP, onde coordena o programa Fellow de especialização em Cefaleias (dores de cabeça). Participa ativamente de comitês científicos na International Headache Society (Secondary Headache Committee), na American Headache Society (Headache Secondary to Low and High Pressure), e na Sociedade Brasileira de Cefaleia (Comitê de Terapias Integrativas).

É idealizador e coordenador da linha de cuidado em cefaleia na rede United Health Group.

Dr. Marcio Nattan é Neurologista pela FMUSP, membro da Sociedade Brasileira de Cefaleia e membro da International Headache Society. CRM-SP 149524